“Para vender etanol, nós precisamos comunicar”

Por Carla Gomes (MTb 28156) – Assessora de imprensa IAC

Assim o presidente da UDOP resumiu a importância da comunicação para o setor sucroenergético. Para ele, a ideia é que todo mundo entenda que abastecer com etanol é bom para a humanidade. “Nós queremos pegar a tecnologias que as instituições geram, transmiti-las em eventos e comunicar em nossas campanhas”, disse.

O presidente da UDOP ressaltou a importância da comunicação entre as instituições de pesquisa e os usuários da indústria. “Os resultados das pesquisas estão publicados nas revistas científicas e são apresentados em congressos, mas não chegam aos gerentes das indústrias, 50% dos gerentes das nossas unidades não sabem inglês”, comentou Salibe.

Ele disse que a UDOP fechou parcerias com as melhores instituições de pesquisa do Brasil. O objetivo é ter acesso aos resultados das pesquisas para ajudar o setor a alcançar a produtividade de dez mil a 12 mil litros de etanol, por hectare. “Já existem várias unidades alcançando esse resultado, isso significa que já há tecnologia para atingir esse desempenho”, disse.

Para o diretor da Syngenta, a comunicação é fundamental. “O agro se fortaleceu na pandemia, fortaleceu sua imagem”, disse.

 

Sede do Instituto Agronômico (IAC)
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600